À tua beleza, óh, Gezebel…

03/03/2010 at 13:50 5 comentários

Teu cabelo escuro em tua pele clara

Se iguala ao binômio: nuvem-céu

Porém em nada se compara

À tua beleza, óh, Gezebel!

.

Os olhos são gotas densas

Castanhos da cor de mel

Verdadeiras recompensas

Teu corpo é um troféu!

.

Fui refém da tua beleza

E te dei este anel

Não existiu mais linda pureza

Que tu, com este véu!

.

Me acusaste injustamente de ser infiel

Não disseste a que veio

Pediu que assinasse este papel

Mas, Gezebel: que nome feio!

Anúncios

Entry filed under: Poemas. Tags: , , , , , .

coraçALL de poeSTAR… saudade faz mal à saúde…

5 Comentários Add your own

  • 1. Monica  |  03/03/2010 às 14:14

    Morde e assopra! Gezebel!!!

  • 2. valetedecopas  |  03/03/2010 às 16:23

    Rapaz .. isso vira música mole, mole!

  • 3. isoca  |  03/03/2010 às 19:32

    hahahahaha muuuuuuuuuuuuuuito bom! concordo com o Jhon!

  • 4. coracaodepoeta  |  03/03/2010 às 19:34

    é, meu amor? dá samba é? Hehehe…

    O Jhon pode tentar a melodia… que tal?

  • 5. Ingridh  |  03/03/2010 às 22:21

    hahahahaha

    Adoreeeei!

    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Coração de Poeta


sou só um mensageiro, um profeta, contador de estórias: coração de poeta

twitter…

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

flickr...

esperança…


%d blogueiros gostam disto: