Inimigo do batente

21/05/2009 at 09:53 1 comentário

Wilson Batista

Eu já não posso mais!
A minha vida não é brincadeira
Estou me esmilinguindo igual a sabão na mão da lavadeira
Se ele ficasse em casa ouvia a vizinhança toda falando
Só por me ver lá no tanque
Lesco-lesco, lesco-lesco
Me acabando

Se lhe arranjo um trabalho
Ele vai de manhã, de tarde pede as contas
E eu já estou cansada de dar murro em faca de ponta
Ele disse pra mim que está esperando ser presidente
Tirar patente no sindicato dos inimigos do batente

Meu Deus eu já não posso mais
A minha vida não é brincadeira
Estou me esmilinguindo igual a sabão na mão da lavadeira
Se ele ficasse em casa ouvia a vizinhança toda falando
Só por me ver lá no tanque
Lesco-lesco, lesco-lesco
Me acabando

Ele dá muita sorte
É um moreno forte, é mesmo um atleta
Mas tem um grande defeito
Ele diz que é poeta

Ele tem muita bossa e compôs um samba e que é de abafar
É de amargar
Eu não posso mais
Em nome da forra, vou desguiar

Anúncios

Entry filed under: -. Tags: , , , , .

la mala educación… quer dar uma de esperto…

1 Comentário Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Coração de Poeta


sou só um mensageiro, um profeta, contador de estórias: coração de poeta

twitter…

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

flickr...

multi-uni-verse

Boring Dad

Similis vobis

Mais fotos

esperança…


%d blogueiros gostam disto: