mulher traída…

06/05/2009 at 15:05 4 comentários

Estava eu lendo o post do Pergunte ao Urso de hoje, sobre mulher traída (ou trocada, como preferir), e fiz um comentário no blog à respeito: disse que o ser feminino, nesse estado, é pior que quando quer dar.

Pouco tempo depois, mais exatamente por volta de 10h28, recebi uma ligação da minha ex. Ela viu um careca de cavanhaque e óculos escuros no ônibus ao lado e queria saber se era eu. Não, não era. Eu estava no trabalho. Não sei porquê, me senti ‘uma mulher traída’. Digo não saber o porquê, pelo simples fato de que hoje nos damos muito bem, somos (grandes/melhores) amigos [não a apoio em algumas cagadas que ela faz, mas tudo bem, afinal, sou um ex], ninguém sacaneou ninguém, logo, não existe motivos pra me sentir desse jeito. Mas, por algum motivo, fiquei me assim. Por quê? Confesso não saber. Não sei se foi o post do Urso, se foi a ligação, se é a Lua libriana em oposição a Marte, enfim, não sei.

Falando em astrologia, dei uma ‘googlada’ rápida aqui pra ver o meu horóscopo e sobre o dia de hoje. Achei coisas interessantes, listo-as abaixo:

  • Hoje é aniversário de Sigmund Freud (sim, o meu livro dele já chegou);
  • Áries/Carneiro – Faça muito hoje. Faça porque já pensastes e pesastes o suficiente. Hoje não é para discutir o sexo dos anjos, e sim, exetucar; armar;
  • Frase do dia – ‘As pessoas prudentes sabem tirar proveito de todas as suas ações, mesmo daquelas a que são obrigadas pela necessidade’ – Maquiavel;
  • Arianos – O dia de hoje será marcado por muita disposição para o trabalho. Faça sua parte sem esperar nada dos outros. No campo afetivo, convém tomar cuidado com o seu lado mais agressivo;
  • Dica – Discipline-se mais no que realmente quer. Cautela com as impaciências deste dia. Tudo será resolvido; (aos arianos)
  • Cor – Preto. (aos arianos, também – e hoje estou de azul claro com marrom claro, parecendo um vendedor de lojas ‘chiques’ de camisas e calças sócio-esportivas)

Enfim, nada disso justifica o que estou sentindo (ou como estou me sentindo), mas é estranho.

Não quero fazer desse blog um diário, mas precisava desabafar com quem quisesse ‘escutar’.

Ah, ainda a tempo: novidades surgirão! Não só textos e mais textos, e sim, outras coisas, de outras áreas, enfim, aos pouquinho elas aparecerão, promessa!

Já que o assunto é mulher traída, exarceba-lo-ei: deixo 3 músicas (óbvio que tinha que ter Chico), na ordem de sentimentos, sobre tal;

Consideração

Cartola

Eu não gostei
Me faltaste a consideração
O que tu me fizeste
Não tem classificação

Tu não sabes amar
Para que tens um coração
Ai meu Deus
O melhor entre nós dois
É a separação

Eu sei que vou sentir muita saudade
Com todos os defeitos teus
Já te tenho amizade
E forçada dou-te este castigo
Jamais farás a outra
O que fizeste comigo

Eu não

Olhos nos olhos

Chico Buarque

Quando você me deixou, meu bem
Me disse pra ser feliz e passar bem
Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci
Mas depois, como era de costume, obedeci

Quando você me quiser rever
Já vai me encontrar refeita, pode crer
Olhos nos olhos, quero ver o que você faz
Ao sentir que sem você eu passo bem demais

E que venho até remoçando
Me pego cantando
Sem mas nem porque
E tantas águas rolaram
Quantos homens me amaram
Bem mais e melhor que você

Quando talvez precisar de mim
‘Cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim
Olhos nos olhos, quero ver o que você diz
Quero ver como suporta me ver tão feliz

Palavra de mulher

Chico Buarque

Vou voltar
Haja o que houver, eu vou voltar
Já te deixei jurando nunca mais olhar pra trás
Palavra de mulher, eu vou voltar
Posso até
Sair de bar em bar, falar besteira
E me enganar
Com qualquer um deitar
A noite inteira
Eu vou te amar

Vou chegar
A qualquer hora ao meu lugar
E se uma outra pretendia um dia te roubar
Dispensa essa vadia
Eu vou voltar
Vou subir
A nossa escada, a escada, a escada, a escada
Meu amor, eu vou partir
De novo e sempre, feito viciada
Eu vou voltar

Pode ser
Que a nossa história
Seja mais uma quimera
E pode o nosso teto, a Lapa, o Rio desabar
Pode ser
Que passe o nosso tempo
Como qualquer primavera.
Espera
Me espera
Eu vou voltar

Deixo bem claro aqui, e não como uma observação, mas como um parágrafo, mesmo: não estou atribuindo essas músicas à minha ex. Claro para os leitores e claro para a própria.

Desculpem o desabafo, mas precisava, e, como recompensa, conforme avisei antes, novidades virão. Boa quarta a todos.

Anúncios

Entry filed under: Contos / Crônicas. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , .

a arte do encontro… meu tempo é quando?

4 Comentários Add your own

  • 1. Urso Branco  |  07/05/2009 às 09:35

    Sugiro também “O Mundo é um moinho” – Cartola.

    Essa é pura dor de cotovelo, mas a acho fenomenal…Abraço

  • 2. coracaodepoeta  |  07/05/2009 às 10:12

    Que visita ilustre!

  • 3. Jujuba  |  07/05/2009 às 10:46

    é… confesso que também não sei o pq da ligação…

  • 4. coracaodepoeta  |  07/05/2009 às 10:55

    e existe explicação? hehehe…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Coração de Poeta


sou só um mensageiro, um profeta, contador de estórias: coração de poeta

twitter…

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

flickr...

esperança…


%d blogueiros gostam disto: